terça-feira, 1 de maio de 2012


Eu não quero pedir pela permanência de ninguém. Ultimamente o que andei pedindo em minhas orações é que tudo dê certo, independente dos que terão de ir embora. E você também pode ir quando quiser, não vou pedir para que permaneça em minhas complicações, mesmo que tenha aqueles dias em que eu precise muito compartilhá-las. Fiquei me perguntando por um tempo o que vem a ser uma menina grande, e acabei me convencendo de que sou a pessoa que não deveria enxugar as lágrimas nos ombros de alguém… Era o inverso, eu me lembro bem. E apesar disso tem aqueles dias em que tudo fica mais pesado, entende? Por isso tenho que dizer: vire as costas e vai enquanto há tempo. Fuja do que não lhe pertence, absolutamente. E se quiser ficar meu coração está apto a receber de bom grado, mas que traga amor e fé… Porque, meu bem, não há outra coisa que eu esteja precisando neste momento…

Nenhum comentário:

Postar um comentário