quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Fim.

Chega a ser engraçado falar sobre o fim. Falar o que, quando tudo já terminou? Terminou pelas omissões, pela falta de palavras. Falta de compreensão. Falta de paciência. Falta de amor. Não sei se posso realmente falar sobre o fim. Me causa depressão. Mas talvez - e só talvez, você devesse saber algumas coisas (embora você não tenha tempo disponível para ler coisas), eu precise falar o que estou sentindo, nem que seja só para colocar esse maldito sentimento para fora.
Meu deus. Talvez nós sejamos o maior problema para nós mesmos. Não sabemos como lidar com os problemas, com o futuro, com o nosso relacionamento. Incendiamos nossos sonhos. Acabamos com a beleza de se estar junto. 
Ah, se alguma atitude pudesse resolver tudo o que aconteceu eu estaria aliviada. Mas sinceramente meu bem, nada vai mudar. Teremos de nos acostumar com esses dias vazios, com essa vida de decepções.
Alguém partiu o seu coração em milhares de pedaços e não há nada para fazer. Esperar que o tempo resolva, que os dias passem depressa, que todas as lembranças deixem de ser lembradas em algum minuto.
Não sei se consigo dizer quanta tristeza você causou em mim. As palavras jamais chegariam perto do que estou sentindo agora, e mesmo se pudesse dizer.. você não merece saber.
Enfim, vou sair por aí e fingir que estou bem. Vou dizer para as pessoas que nem me importo muito e que logo isso vai passar. Vou mentir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário