Eu Também Tenho Medo Porra!

Ou você acha mesmo que só você tem medo de não dar certo de novo?
É engraçado como as pessoas olham apenas para os próprios umbigos e esquecem de considerar a vida dos outros.
Eu definitivamente não sou melhor que ninguém, mas eu sou alguém de carne e osso e estou de saco cheio dessa minha vida que joga gente na minha frente pra brincar com o jeito que eu sou. Que bosta!
Então assim, se for pra começar com essa de que “tem medo de viver de novo o que já viveu um dia” eu sugiro que se tranque no seu quarto pelo resto dos seus dias. Nem você, nem eu temos como saber como vai ser o futuro, sequer o amanhã ou o próximo segundo, mas me irrita esse discurso furado de “já passei por isso antes” como se TODAS AS PESSOAS FOSSEM IGUAIS E FOSSEM FODER COM A SUA VIDA SEMPRE.
A raiva aqui é pra expressar de forma clara toda a minha indignação sobre esse jogo barato de pisar em ovos sobre a vida, ao invés de só viver a vida como ela deve ser vivida.
Eu não quero perder meu tempo falando das coisas que já vivi e de quantas pessoas infelizes passaram pela minha vida, mas posso te dizer que apesar de não ser a pessoa mais experiente do mundo, eu sei bem o que é chorar de doer, e por mais que a minha dor não seja a pior do mundo, PRA MIM POR UM SEGUNDO FOI. Eu sei bem como é não conseguir dormir por ver a vida indo pelo ralo só porque uma pessoa se achou no direito de entrar na minha vida e sair como se nada tivesse acontecido e como se eu fosse só uma paisagem pela janela do ônibus.
Teve gente que quis me usar pra se distrair. Teve gente que me usou pra se vingar de quem nem conheço. Teve gente que fez com que eu me entregasse e me revelasse só pra ter o gostinho de dizer aquela bosta de “acho que você gosta mais de mim do que eu de você”. Teve gente também que me falou que o passado ainda é muito presente e que não se sente confortável pra viver o presente. E teve outras vezes em que me falaram que estavam com medo do futuro, assim como você tem feito. Entenda, o que me irrita não é o medo pela incerteza sobre como vai ser, mas sim, a covardia de nem tentar conhecer as exceções da vida.
Falta só eu querer morrer quando ouço alguém dizer que “a vida é assim mesmo”, “as pessoas são todas iguais”, “normal fazerem isso”. Normal é o cacete! Não estou dizendo que não acredito nisso e que isso não faça algum sentido, estou dizendo que é injusto. O que busco pra mim é a pessoa mais capaz de me fazer o máximo feliz possível. Eu nunca vou me sujeitar a viver por migalhas ou a aceitar uma vida mais ou menos, simplesmente porque um dia eu já me esforcei em fazer com que a vida da pessoa que estava comigo fosse a melhor de todas, fazendo com os momentos que dividimos entre para a lista dos inesquecíveis e não só fiquem na lista dos “momentos que já vivi”.
Me vendo falar assim pareço ser a pessoa mais durona do mundo, mas isso é totalmente o contrário. O que hoje me faz falar com tanta firmeza é a certeza de que eu quero o melhor dessa vida e vou correr atrás disso; a certeza de que eu sei bem que existem pessoas horríveis nesse mundo, mas que também existem pessoas incríveis, prontas e capazes de me fazer feliz de um jeito que eu nunca pensaria ser. Não consigo provar isso, mas consigo sentir isso.
Eu entendo os seus medos e como eu disse, são justos e fazem todo o sentido.
Mas por favor, não tenha medo de fazer com que a sua vida seja renovada, não tenha medo de deixar alguém entrar nela pra mostrar que tudo pode mudar, não tenha medo de arriscar e deixar com que tentem mais uma vez colocarem no seu rosto um sorriso que você gosta de exibir. Não tenha medo de eu estar aqui pra tentar te dar da vida o melhor, pois eu também já conheço muita coisa do pior. Eu também tenho medo, caralho. Só que mais do que medo eu tenho é vontade de viver as melhores coisas que a vida puder me proporcionar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

x3'

Saudades.