Trinta dias!

-Sete de Abril de 2016.. Tudo começou errado..!
Mas foi um errado bom, um errado que poderia ter dado certo.
Você me olhou, eu retribui..
Você fixou em mim sem pensar duas vezes, e a partir dali eu já era sua sem mesmo imaginar.Um beijo roubado, totalmente e igualmente retribuído =]
Um beijo gostoso, um beijo que encaixou, um beijo com gosto de quero mais, e desde então eu não quis mais parar.

Nossas conversas, nossos defeitos, nossas brincadeiras, nossas briguinhas, nossa teimosia.. Tudo certo pra dar errado..
No inicio de tudo, só de te olhar, eu já sentia tesão, era algo descontrolador.. Porém, jamais poderia deixar isso transparecer, afinal, quem era/é você?
Nosso primeiro sexo, com desejo de ambas as partes..
Consegui te deixar com prazer e você me fez enxergar isso no teu olho. Um sexo com vontade, uma transa diferente, ISSO, ASSIM!
POR MAIS SEXO COMO ESTE!

Detalhes que me deixavam meia boba, eu tinha um sorriso no rosto, e esse sorriso tinha motivo, nome, sobrenome, endereço, e um beijo apaixonante.
Amava te beijar, amava teus carinhos, amava teus abraços forçados, teu ciume bobo, teu cabelo desarrumado..

Acordar no meio da noite com os teus pesadelos, me fazia te ver frágil e carente.
Carente de amor, de atenção, ou apenas, carente de companhia..
A noite em que fiquei te olhando dormir com carinhos no teu cabelo, me fez entender que, talvez você sentisse algo por mim, algo que você não queria que eu descobrisse, me fez entender que naquele momento eu já era tua e que talvez você não fosse só meu. Doeu!

Me entreguei como um garota idiota, que nunca sofreu por amor, pensando que dessa vez pudesse ser diferente! **Não sei porque eu sempre penso a mesma coisa** Mas você não percebeu que já era meu dono, pois, eu nunca consegui demonstrar meus sentimentos.
Eu te quis, eu te desejei, eu te amei!
Você machucou, você não deu certo "valor".

Você deixou de perceber os detalhes, as minimas coisas que eu fazia/fiz para e por você.
Eu tinha um sorriso bobo em pensar que você poderia sentir orgulho de andar de mãos dadas comigo, vontade de me chamar de amor, de minha, Minha Thaís.

Apostei minhas fichas em 29 dias de, vamos chamar assim agora: PASSATEMPO.
Porque talvez eu não tenha passado disso tbm, alguém que poderia te dar prazer a qualquer momento e mesmo assim não o fez.
Alguém que não te deixava sozinho, quando os outros estavam ausente.
Alguém que você deixava ausente quando tinha companhias =] Apenas ALGUÉM.

Bodas de Alface!
Irônico/Ridículo pra quem olha de fora!
Mas com sentimento de quem está nessa.
Eu só queria ter passado o meu sábado ao seu lado, eu só queria ter o reconhecimento de 30 dias.
Talvez isso seja uma infantilidade minha, afinal, o que somos um para o outro além de nada?!

Criar expectativas...
Quantas vezes já conversamos sobre isso Thaís?
e o que você fez? Errou de novo!

Os 30 dias se acabaram em zero.
Talvez por você ser uma cuzona e ter um pai ignorante e uma mãe idiota.
Talvez por você ser orgulhosa e não deixar os outros te ajudarem.
Talvez você vá morrer sozinha por não se abrir aos sentimentos.
Talvez você sinta amor e desejo e ele, bom, ele ficou no desejo.

Você não deve deixar alguém falar mal da sua família, por mais defeitos que eles tenham.
Você também não tem o direito de julgar a família dele, afinal, ''namorar'' é aceitar, é ser parceiro independente do momento. E se você realmente ama essa pessoa, você vai pegar na mão dela e seguir em frente.

Eu enfrentaria o mundo todo com uma só mãose você me prometesse que estaria segurando a outra.”

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

x3'

Saudades.