Existe mesmo fim?

Superar o fim de um amor que pode ter durado uma semana, dois meses, cinco anos ou trinta, porque o tempo, no amor, é medido pela intensidade, é uma luta. Uma luta onde apanhamos de nós mesmos, brigamos com a saudade, discutimos com o passado e teimamos em não aceitar um futuro sem o amor que se foi.
Escuta aqui: Vai dar tudo certo. Não tem uma data no calendário, uma previsão para a superação ou algo do tipo. É questão de querer, de fazer por onde, de chorar muito, lembrar mais ainda, mas saber deixar passar. Esquecer você não vai, eu não vou, ninguém esquece um amor.
O que dá pra fazer é entender que o que passou, passou por um motivo. Qual? Não importa. É saber que a vida é mais do que um amor perdido. É sobre amores a serem encontrados: o próprio, por uma viagem, uma nova cidade, um outro alguém.
A gente não pode se perder ao perder um outro alguém. A vida, deve ser sempre sobre encontros. Então, encontre-se mais uma vez com o seu passado, chama a saudade, liga para o sentimento que ainda existe e conversa com eles. Explica que vocês vão conviver por um bom tempo ainda, mas que eles vão ter que respeitar os novos e bons sentimentos que virão.
Superar um amor perdido é foda, é barra, é uma bosta mesmo. Mas viver uma vida preso a um sentimento que só pesa, machuca, maltrata, é inaceitável.
Um dia o coração para de doer e tudo volta a ser como antes :/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

x3'

Saudades.