quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Você pode sentir saudades de mim.

Eu imagino que deve ser duro saber que eu podia ter sido sua e só sua, mas que você me deixou voar antes de se dar conta de que era comigo que você queria ficar e montar acampamento. Deve ser horrível saber que você me mandou embora tantas vezes e que justamente na única em que eu não voltei você resolveu sentir minha falta, sem saudades de nós. E que vai continuar sentindo, porque nenhum outro braço vai ser capaz de aliviar a saudade que os seus tem dos meus em volta do seu corpo. Parece mentira, mas aquela coisa de que o que a gente faz volta pra gente é bem verdade. Eu não posso fazer nada pra aliviar a sua dor a não ser te garantir que ela passa e a gente sobrevive.
Dormir e acordar contigo, ficar conversando por horas, fazer carinho na tua cabeça mesmo eu não querendo. Olhar você tomar banho e até ficar no banho contigo. Um sentia frio e o outro calor. Começa o beijo certo e terminava se lambendo! As cócegas na barriga, nas pernas. Os beijos no pescoço e aquele cheiro na orelha.. só saudades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário