sábado, 18 de fevereiro de 2017

Lavínia ♡

Meu amor!
Eu nem sei por onde começar a falar de ti. Você é a filha que eu ainda vou ter, é a irmã que eu nunca tive.
Me falta palavras para descrever todo o sentimento que tenho aqui no meu coração, minha preta.
Obrigada por me amar do jeito que eu Sou, essa mina maluca cá que brinca contigo, joga joguinho, dança na frente do not kkk faz as comidas nais loucas, te faz comer os bolos que dão errado kkk e te aperta porque sei que voce nao gosta kkk obrigada por deixar eu brigar contigo kkkk tu sabe que eu brigo, mas nunca quero te magoar. Obrigada por confiar em mim e contar todos os teus segredos. Obrigada por me ouvir, por querer estar comigo quando você vem pra Chapecó, e não acreditar nas coisas que falam. obrigada por nunca ter desistido de mim! Eu acho que ficaria muito tempo agradecendo por tudo kkk mas quero te dizer, MUITO OBRIGADA por ter me abraçado quando eu tava chorando, obrigada por ter dormido comigo segurando meu braço aquela noite em que eu tava me sentindo um lixo sem ninguém. Obrigada pelas vezes que falou que me amava e me fez chorar.. saiba que eu sempre vou estar aqui pra te ouvir, pra gente fugir kkk pra fazer as loucuras mais loucas, pra comer de Tudo, pra voltar a ser criança, pra fugir de carro e ir ver o  Dudu escondidas kkk pra se maquiar e tirar mil fotos bostas kkkk quero te ver crescer e fazer parte disso. Quero muito que você venha morar comigo, na minha casa, com os meus filhos.. eu quero cuidar de você, quero te ver virar uma mulher linda!
Nega, eu vou estar aqui pra sempre, eu te amo demais demais, eu sei que quando te deixei em casa você ficou triste, que as últimas noticias te fizeram chorar e eu tentei fazer você ficar bem, mas só o tempo vai fazer você decidir o que é melhor pra ti.
Quero deixar registrado nossas fotos.. porque o tempo vai passar e eu vou olhar isso e ver o quanto você mudou, e pra mim será sempre a MINHA NEGUINHA ♡

=*

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Obrigada Senhor!

Perdi a conta de quantas vezes eu pensei em desistir só nos últimos meses. De quantos dias eu chorei desesperada, agoniada, achando que não ia dar, que eu não ia conseguir. Das noites em claro tentando encontrar uma saída pra fugir de tudo, pra me esconder do mundo. Perdi a conta dos momentos em que eu pensei em desabar, em jogar tudo pro alto, em me esquecer de ser forte. Perdi a conta do quanto eu enfraqueci, dos machucados, das dores, de ficar doente. Perdi a conta dos momentos em que o peso foi tão grande que eu quase cai e pensei que não ia ter forçar para levantar. Mas continuei em pé, erguida, firme, mesmo com os pés calejados, mesmo com o corpo todo doendo, mesmo com um nó na garganta de tanta lágrima engasgada. Eu continuei em pé, porque eu sempre soube que não estava sozinha. O Senhor esteve comigo mesmo quando eu mesma já não queria mais estar. Ficou mesmo depois que todo mundo foi embora, que me abandonaram. Continuou quando as coisas ficaram piores, quando a tempestade veio, quando meu mundo desabou. O Senhor não me deixou sequer um milésimo de segundo e foi isso que me fez forte. Obrigada Deus, obrigada porque mesmo nas vezes em que eu não compreendia a sua maneira de agir e questionava revoltada o que é que o Senhor estava fazendo comigo, você me manteve em pé. Obrigada por não ter desistido de mim quando eu virei as costas e resolvi fazer tudo por minha conta, sem respeitar o Teu tempo. Obrigada por ter me perdoado quando eu achei que não precisava da minha Fé pra ser grande, que podia me virar sozinha. Obrigada por estar comigo mesmo quando eu te acusei de ter me deixado sozinha, hoje eu sei que você tava lá, que sempre esteve.
Obrigada por ter sido meus olhos quando eu estive cega e por ter me carregado quando eu não aguentava mais andar, agora eu consigo entender como foi que eu consegui chegar tão longe. Obrigada por ter estado comigo em todas as minhas crises de choro, de ansiedade e de medo. Obrigada por não ter soltado a minha mão quando eu comecei a acreditar que nada mais ia dar certo e por ter me feito confiar de que ia dar sim! Mas na hora em que tivesse de dar. Obrigada por ter me feito compreender que nada daquilo era castigo, que eu não tinha feito nada de errado, só precisava enfrentar alguns desafios pra merecer chegar onde eu devia chegar. E eu enfrentei, graças ao Senhor. Obrigada por ter me feito companhia mesmo quando eu perguntava onde é que você estava.
Obrigada por me permitir conhecer sua grandiosidade, por ter acreditado na minha garra quando eu mesma já tava me questionando se ia conseguir chegar até o final. Obrigada por não ter duvidado de mim. Nunca. Obrigada por ter me feito perceber que não basta a gente orar e pedir e implorar por algo, que nós é quem temos de ir atrás e provar que merecemos pra conquistar. Obrigada por ter direcionado o meu caminho até quando eu achei que estava andando pelo lado errado. As vezes fica meio escuro e esquisito e a gente não entende muito bem, mas no final tudo faz sentido. Obrigada pelas dificuldades e provações e desafios, foram eles que me fizeram chegar até onde cheguei. Obrigada por ter me ensinado que a nossa fé não faz as pedras e os buracos desaparecerem do nosso caminho, mas nos deixa muito mais forte pra conseguir vencê-los.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Desapega

Se doar inteiramente a quem, no fundo, bem no fundinho, sabemos que não irá mudar para melhor, é pedir para se afogar junto a um mar de tristezas. É suplicar para se perder nas profundezas e, sem ao menos perceber, se ver escoando num mar de fundo azul, que, pouco a pouco, vai se tornando menos azul, menos azul, e cada vez menos azul…

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

"Amor"

Hoje resolvi ler meu livro que, na ultima vez, estavamos deitados em sua cama lendo juntos. Lembro que te descrevi como era o Hardin, um dos personagem da história. Te falei do quanto eram parecidos por causa dos pesadelos, do tesão na cama e por serem meio loucos! Falei que nossa relação era muito parecida com a da história do livro #after. Talvez você se recorde desses fatos.. Enfim, o que vim deixar registrado aqui, foi o fato de duas lágrimas escorrerem pelo meu rosto sem que eu me desse conta disso, enquanto lia parte em que #Hardin, todo sem jeito, chama a #Tess de AMOR!
Cara, você lembra de quantas vezes eu deixei fugir algumas lágrimas quando você me chamava de Amor?!
Você vinha bem pertinho do meu ouvido e falava, eu ti amo AMOR! E eu te apertava forte pra fazer você sentir o quanto eu me sentia grata por ouvir isso.
Você foi o primeiro que eu chamei de Amor, meu Amor :/ lembro de quando você tava fazendo qualquer coisa e gritava amoooooor pra mim :x várias vezes eu sorri sozinha quando ouvia.. hoje tenho lágrimas nos olhos em lembrar disso. Mas, fico feliz em saber que você também esta feliz, meu AMOR.

Foi ser feliz e não voltou.

Você vai ver como o meu sorriso ficou mais bonito desde que desisti de bater com a cabeça na parede esperando por você, vai ver que tem alguém me fazendo feliz e que esse alguém não é você e vai sentir raiva por ter deixado eu ir embora, você vai pensar que ali, no lugar desse cara que não sai do meu lado, era pra ser você, mas que a sua mania de jogar com o coração estragou tudo e vai se arrepender por ter me feito desistir. Sabe aquele ditado "a gente só da valor quando perde"? Você vai ser prova viva disso. Tem coisas que a gente só descobre a importância quando vão embora. Quando seu celular tiver cheio de mensagens vazias, cê vai sentir falta das declarações e vai tentar ligar, mas vai cair direto na caixa postal porque eu já vou ter bloqueado o seu número!

Poisé

Você nunca mereceu ser o dono do meu sorriso, nem do meu corpo, nem do meu coração. Você nunca mereceu e mesmo assim eu deixei com que você fosse tudo e aqui, agora, olhando a sua foto eu nem consigo entender o porquê, cê nem é tudo isso, rapaz, pelo contrário, você é muito menos do que demonstra ser. Você é muito menos do que eu achava que era.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Ilusão.

Eu acreditei que a gente era de verdade, que tudo era de verdade, as promessas, os beijos, os carinhos, os abraços, o futuro, os sonhos, e o amor. Mas eu me enganei. Nossa história não passava de uma grande mentira. As promessas e tudo que veio com elas eram mentiras. Um teatro bem interpretado por alguém que precisava gastar um tempo antes de partir para o próximo espetáculo, mas o que eu sentia, cara, não era brincadeira. Eu me perdi quando não consegui interpretar na sua falta de feição que cê tava vazio e fui me preenchendo com a ideia de que, da nossa maneira, estávamos dando certo. Nunca demos, agora eu sei. Não se ama sozinho, não é? E eu amei, eu ia me enganando que a gente se amava igual.