terça-feira, 27 de junho de 2017

Vontade de Sumir!

Porque tudo está assim?
Porque a gente não consegue se entender?
Me explica, por favor;
Eu só queria ter ido lá deitar, não precisava ter conversado sobre nada, nada :x

Não quero mais ficar falando sobre o que sinto aqui, porque faz tempo que é tristeza;
A verdade é que eu devo seguir em frente, fazer as minhas coisas, os meus deveres e se por acaso você achar que deve andar ao meu lado, é aqui que você vai estar.

Eu sabia que esse negócio de não ter onde ficar, não ter nossa privacidade, uma hora ia fazer com que tudo se acumulasse, se desgastasse;
Eu não sei ao certo se eu quero ainda viver isso. Na verdade eu queria que tudo fosse diferente, e as vezes chego à conclusão que não é você o meu marido. E que você não vai ser um marido nunca;

Que vontade daquela comida, daqueles beijos, saudades das lembranças que tenho sobre nós na minha casa, nós dois juntos. Porque nada pode ser assim de novo, ou outra vez, ou que seja diferente mas que apenas seja NÓS.

As vezes eu tenho vontade de griiiitar cara, griiiiitar;
Que eu te quero, que e gosto de te beijar, que eu gosto de fazer as nossas coisas.
Eu gosto de sair com os piá, de ficar por ai.. mas eu queria que tivéssemos mais tempos juntos, eu e você.

Eu não sei porque eu estou escrevendo tudo isso, sempre são palavras á toa, mas me dá um alivio tão grande, ficar nessa ilusão de que tudo um dia pode ficar melhor, ficar diferente;

É como acordar pela manhã e logo pensar em você!
É como querer te ver e pensar que vai ser bom ;x

Ultimamente tudo é ao contrário, tudo machuca, tudo dói, tudo uma bosta;
Como eu falei no post anterior, vou deixar você ser livre, ser feliz.

Não quero mais chorar em vão, não quero mais chorar enquanto você está pouco se fodendo, não quero mais chorar dentro de um carro, não quero mais chorar enquanto você está ai fazendo o que nós dois sabemos ;x não quero mais chorar!!

O que aconteceu hoje, não tem explicação.
Só quero que minha cabeça pare de doer e que eu não fique sofrendo à toa por alguém que não me ama mais.
Alguém que não sente saudades e nem tem vontades de mim.

Dor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário