sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Houve um tempo que eu pensei em me privar de tudo..

Talvez eu tenha pensando errado quando, quase decidi me privar de tudo.
Pensei que se eu me fechasse em um mundo em que não olhasse para mais nada, eu me sentiria melhor e superaria tudo mais rápido. E claro, mais uma vez eu me enganei. A melhor coisa que eu fiz foi, deixar as horas passarem, e dia após dia ir superando os meus medos, as minhas expectativas e cada vez eu chegava na conclusão que, realmente eu sou mais forte do que eu imagino;
Várias noites eu chorei pensando que não ia conseguir acordar no outro dia sem certas coisas, e que meus dias seriam todos iguais e vazios; mas na verdade, a minha felicidade e os meus dias dependem só de mim. E hoje eu tenho a certeza que estou no caminho certo! 
Houve um tempo em que eu pensava que o álcool, as festas, diversão, pessoas novas e tudo mais, iam me fazer a pessoa mais feliz do mundo e que eu nunca ia me sentir triste e sozinha, mas eu me enganei. Isso é uma questão de tempo, de momento. Hoje, em apenas 4 meses depois de uma reviravolta, eu consigo ver que nada foi em vão, e que tudo serviu para eu ser uma pessoa melhor! 
Hoje eu sou uma pessoa mais calma, tenho a cabeça no lugar, consigo entender que a vida não é só festa, homens, amigos, namorados, sexo, bebida, e dinheiro jogado fora. A vida é feita de momentos, e tenho que aproveitar cada segundo. Talvez eu esteja em um momento em que eu sei tudo que eu estou fazendo, e que as pessoas não me atingem mais e que o meu futuro está garantido. Estudar está sendo a melhor coisa do mundo, trabalhar para ter as minhas coisas sem depender de ninguém e o coração, bem, o coração está tranquilo agora, pois ele percebeu que, o que ele pensou que tinha, na verdade nunca existiu, e que hoje ele só precisar pulsar para que eu continue vendo as pessoas se afundarem por tentar me mostrar algo que nem elas imaginam que estão fazendo haha 
Meu suspiro hoje é de alivio por ter superado uma fase ruim, uma fase que me fez crescer muito em pouco tempo. Talvez hoje os 22 anos de idade façam todo o sentido =) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário