quarta-feira, 30 de abril de 2014

Felicidade.

Houve um tempo em que todos os dias eu pensava, o que e felicidade? Será que eu sou realmente feliz? E com o passar dos dias eu fui notando que não! Como a nossa vida muda, e incrível.. talvez eu possa dizer que já tive momentos felizes, mágicos, inesquecíveis.. Mas hoje vou dizer apenas que sou feliz, conheci a liberdade, e desisti do amor. amor? Afinal o que e o amor? Sobre o que eu conheci do Amor, posso dizer que ele nos leva lá no alto, na mais alta montanha, e sem a gente perceber e ele nos dá um peteleco na orelha e nós temos que nos virar (: Amor machuca, Amor dói. Amor acaba com a nossa felicidade.. Amor acaba. Talvez se você mudar a palavra Amor por algo que lhe convém, você entenderá (: ah o amor... E muitos ainda sonham com ele. Eu deixei o meu amor naquela caixinha colorida onde ficou todas as nossas lembranças, nossos momentos, nossas saudades, nossos sonhos, e a agora nosso amor! E não vou mais dar chance para você e muito menos para a dor. Meu coração estava trincado, e ontem com um simples toque você o fez em pedaços! Vou ser feliz.. E quem realmente gosta de mim, estará ao meu lado =*

sábado, 26 de abril de 2014

Sentimentos e Música!



Quando eu menos esperava, tive que me conformar com o fato de te ver indo embora.
Nessa vida tem as coisas que a gente quer viver e as que a gente precisa. Tem que aceitar.
É ruim de te ver de longe e não poder mais sentir o seu cheiro.
Também é muito complicado pra mim fazer algumas coisas que a gente fazia juntos. Ainda não superei e não adianta fingir o contrário. Pelo menos comecei a entender que eu só ia começar a viver melhor com a sua ausência, no momento que eu me permitisse ser alguém melhor, no momento que eu lembrasse que eu dei melhor, no momento que eu aceitasse que durante o nosso tempo você foi o melhor pra mim. A gente não pode fugir de nós mesmos. Mas ouvi muita coisa de algumas pessoas. Ouvi conselhos de como passar por essa sem sofrer demais, dicas de como esquecer algo rapidamente, e etc. Não fiz nada do que me indicaram, porque percebi que isso não ia me trazer os sorrisos que me fazem melhor.É difícil lidar com a saudade.Não é tarefa fácil manter o equilíbrio quando o que a gente vê ao redor são centenas de casais felizes com motivos para celebrar. E aí a gente tem que voltar para casa com os fones e os refrões de sempre. Sem ninguém pra conversar. Só sabe o valor da dor aquele que se permitem senti-la.Pois fugir dos maus momentos não vai fazer com que os bons cheguem mais rápido.Eu sei de tudo isso, só estou dizendo que não é fácil. A gente começa a se perguntar um monte de coisa, né? É normal a gente começar a falar que ninguém presta, que a vida não é justa e que não nascemos para a felicidade mesmo. Isso são só tentativas de defesa; tentativas de amenizar os efeitos da dor procurando em outro motivo a resposta pelos nossos dias “mais ou menos”. Só que o problema vai além de uma fase ruim. Pior do que não ter alguém para fazer feliz é não sermos felizes com nós mesmos. Eu sei disso também. Só que é complicado ver o sol quando a gente está no fundo do poço. E cada um tem o seu próprio poço, com a sua própria profundidade. Não cabe espaço para julgamentos. A luta é contra a saudade. A saudade é uma lombada que existe na estrada da vida. Parece que tem horas que essa merda de saudade não vai me deixar viver nunca mais. Se eu te visse de novo talvez eu nem ia conseguir falar nada, porque ultimamente tenho me afogado em tudo que eu teria pra te contar. É fácil dizer que as coisas não andam bem, difícil mesmo é reconhecer que já foram piores. Já tive dias que pensei que não resistiria até a noite. Acho que eu gostaria de te ver de novo só pra saber se continua a mesma pessoa. Só que hoje eu não posso fazer nada. Talvez fui eu que quis assim. Lembro da gente conversando sobre o futuro. Eu fiquei por aqui com os nossos sonhos e a nossa vontade de fazer alguma coisa pra esse mundo ser melhor...

sexta-feira, 25 de abril de 2014

2 anos e 9 meses.

Sabe Alan, eu não vou mais negar que eu fiz coisas erradas,que eu menti, escondi, omiti.. E não vou te dar a certeza de que tudo por aqui está bem sem você, porque realmente não está. Sei que sai escondido de você, foi bom, mas em nenhum momento eu deixei de pensar em você, tanto que muitas vezes seu nome fazia parte da conversa.. Eu sei que errei fazendo isso, mas infelizmente foi o que eu queria no momento e não tem como eu me arrepender de uma coisa que eu queria. Não estou nem um pouco preocupada com fãs, ou com quem me acha bonita, que quer ficar comigo.. O que realmente me importou quando eu sai, foi só sair e beber! È claro que eu queria que tudo isso tivesse sido contigo, e você não pode me julgar por isso, porque eu cansei de te falar, te convidar, insistir.. como eu falei anteriormente, tem um post que eu fiz 4 meses depois que a gente começou a namorar em que eu já reclamava sobre isso.. Ouve um tempo também que eu deixei de todos os meus amigos pra ficar contigo.. mas chegou em um ponto que eu fiquei necessitada deles, de sair, de beber, de ser feliz.. Nós caímos em uma rotina, em que nem a discussão nos deixa em paz.. estamos brigando por qualquer motivo, coisa que nunca tínhamos feito antes! Eu sinto a sua falta, eu lembro dos nossos beijos, dos nossos momentos a dois, das nossas brincadeiras, das nossas viagens, e cara, eu fui muito mais feliz contigo em quase 3 anos do que a minha vida inteira! Não fui mulher o suficiente pra assumir os meus erros, pra tentar mudar a nossa situação, mas do mesmo jeito que você chegou em um ponto que precisava gritar e se livrar das coisas que viu, eu cheguei e dei as mãos pelos braços, ou os braços pelas pernas não sei kk e me joguei em uma mentira que até eu acreditava nela.. eu sai, eu bebi, eu sorri, eu fiz amigos, eu lembrei de como isso era bom.. mas faltou você em tudo isso.. porque é você que eu amo, você que ia ser meu marido, pai dos meus 3 filhos, meu bem, minha vida! sei que eu joguei tudo isso fora, e pra você pode ser que eu esteja mentindo mais uma vez, colocando palavras fora.. mas nunca deixei de dizer que eu te amava..sei que falei que eu tinha nojo de você, mas foi em um momento de raiva, de decepção.. talvez eu não mereça um perdão agora, mas como eu disse, meu medo é que tudo aconteça tarde demais.. que eu ou você conheça alguém, que a gente se acostume com a distancia, que você/eu ache alguma coisa pra se acostumar com isso.. que você pense que eu estou saindo pra ficar com alguém, pra fazer coisas erradas, e pra mim seja apenas sair beber com as meninas, pra não ficar chorando em casa pensando em nós! Por mais que você esteja com raiva de mim, e agora seja tarde pra falar a verdade ou sei lá o que, me perdoa, me perdoa por acabar com todos os nossos sonhos, com o seu amor, mas eu acho que você já sabia que eu era assim, que eu meto os pés pelas mãos.. e eu também achei que não faria isso contigo, mas aconteceu.  Você é chato pra caralho, você mudou demais depois que começou a namorar comigo em vários sentido, mas eu ainda te amo.. E cada palavra escrita nesse blog tem haver contigo, cada sorriso nos últimos 3 anos foi contigo, cada vez que eu levantei da cama depois de tanta coisa ruim foi contigo, e talvez a gente mereça um tempo pra colocar a cabeça no lugar mesmo, só não quero que esse tempo acabe com nós.. e me perdoa por sair enquanto seu coração está ai doendo, mas eu não quero mais ficar triste e chorar ;x eu não estou mais trabalhando e não tenho mais você, e você sabe como eu sou dramatica então talvez entenda um pouquinho cada coisa que eu vou fazer ou fiz... só não esquece que o meu coração ainda é seu, e que nós ainda temos chance de ser felizes juntos.. eu seguro a sua mão se você segurar a minha e seguir comigo sem se trancar em casa! Vou pensar em nós como 5 anos atrás ou até 4 anos, onde tudo o que eu queria era ser sua namorada e por sorte você aceitou ser o meu.. Eu te Amo Meu Gordinho Fedido, e eu ainda espero por você.. não pra falar do que aconteceu, e sim pra começar do zero, sem esquecer dos 2 anos e 9 meses!

Eu Também Tenho Medo Porra!

Ou você acha mesmo que só você tem medo de não dar certo de novo?
É engraçado como as pessoas olham apenas para os próprios umbigos e esquecem de considerar a vida dos outros.
Eu definitivamente não sou melhor que ninguém, mas eu sou alguém de carne e osso e estou de saco cheio dessa minha vida que joga gente na minha frente pra brincar com o jeito que eu sou. Que bosta!
Então assim, se for pra começar com essa de que “tem medo de viver de novo o que já viveu um dia” eu sugiro que se tranque no seu quarto pelo resto dos seus dias. Nem você, nem eu temos como saber como vai ser o futuro, sequer o amanhã ou o próximo segundo, mas me irrita esse discurso furado de “já passei por isso antes” como se TODAS AS PESSOAS FOSSEM IGUAIS E FOSSEM FODER COM A SUA VIDA SEMPRE.
A raiva aqui é pra expressar de forma clara toda a minha indignação sobre esse jogo barato de pisar em ovos sobre a vida, ao invés de só viver a vida como ela deve ser vivida.
Eu não quero perder meu tempo falando das coisas que já vivi e de quantas pessoas infelizes passaram pela minha vida, mas posso te dizer que apesar de não ser a pessoa mais experiente do mundo, eu sei bem o que é chorar de doer, e por mais que a minha dor não seja a pior do mundo, PRA MIM POR UM SEGUNDO FOI. Eu sei bem como é não conseguir dormir por ver a vida indo pelo ralo só porque uma pessoa se achou no direito de entrar na minha vida e sair como se nada tivesse acontecido e como se eu fosse só uma paisagem pela janela do ônibus.
Teve gente que quis me usar pra se distrair. Teve gente que me usou pra se vingar de quem nem conheço. Teve gente que fez com que eu me entregasse e me revelasse só pra ter o gostinho de dizer aquela bosta de “acho que você gosta mais de mim do que eu de você”. Teve gente também que me falou que o passado ainda é muito presente e que não se sente confortável pra viver o presente. E teve outras vezes em que me falaram que estavam com medo do futuro, assim como você tem feito. Entenda, o que me irrita não é o medo pela incerteza sobre como vai ser, mas sim, a covardia de nem tentar conhecer as exceções da vida.
Falta só eu querer morrer quando ouço alguém dizer que “a vida é assim mesmo”, “as pessoas são todas iguais”, “normal fazerem isso”. Normal é o cacete! Não estou dizendo que não acredito nisso e que isso não faça algum sentido, estou dizendo que é injusto. O que busco pra mim é a pessoa mais capaz de me fazer o máximo feliz possível. Eu nunca vou me sujeitar a viver por migalhas ou a aceitar uma vida mais ou menos, simplesmente porque um dia eu já me esforcei em fazer com que a vida da pessoa que estava comigo fosse a melhor de todas, fazendo com os momentos que dividimos entre para a lista dos inesquecíveis e não só fiquem na lista dos “momentos que já vivi”.
Me vendo falar assim pareço ser a pessoa mais durona do mundo, mas isso é totalmente o contrário. O que hoje me faz falar com tanta firmeza é a certeza de que eu quero o melhor dessa vida e vou correr atrás disso; a certeza de que eu sei bem que existem pessoas horríveis nesse mundo, mas que também existem pessoas incríveis, prontas e capazes de me fazer feliz de um jeito que eu nunca pensaria ser. Não consigo provar isso, mas consigo sentir isso.
Eu entendo os seus medos e como eu disse, são justos e fazem todo o sentido.
Mas por favor, não tenha medo de fazer com que a sua vida seja renovada, não tenha medo de deixar alguém entrar nela pra mostrar que tudo pode mudar, não tenha medo de arriscar e deixar com que tentem mais uma vez colocarem no seu rosto um sorriso que você gosta de exibir. Não tenha medo de eu estar aqui pra tentar te dar da vida o melhor, pois eu também já conheço muita coisa do pior. Eu também tenho medo, caralho. Só que mais do que medo eu tenho é vontade de viver as melhores coisas que a vida puder me proporcionar.

-

Me perdoe, mas sobre o comentário anterior, eu não entendi a parte em que diz: ''pra aprender a dar valor a tudo que você tem.'' Se possível gostaria de uma breve explicação, com palavras fácil sem muita enrolação!

Grata.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Mãe me perdoe!

E então mais uma vez eu perdi o homem que eu amava/amo.
minha vida está de cabeça para baixo de novo, e mais uma vez tenho que parar e pensar em alguma forma de continuar sem me ferir mais ainda.. não sei se entro na linha e mostro que eu não sou isso que eu demonstrei ser, ou se perco o juízo e vivo de qqr jeito sem me preocupar com o mundo, e mando a vida se foder! Já não tenho namorado, não tenho emprego, não tenho paz, não sou feliz, não tenho amigos, não tenho ninguém, não tenho contas, nem filhos, nem casa pra me preocupar.. vou me perder no mundo porque ser certinha infelizmente nunca foi meu forte.. vou fumar, beber, ser um lixo de gente, afinal a vida é minha mesmo e eu já sou um lixo! talvez se existisse uma segunda chance de recomeçar, eu colocaria a cabeça no lugar e me dedicaria a esse amor, como sempre foi meu sonho.. estou cansada de sonhos porque eles nunca viram realidade! Ou você segura a minha mão e não me deixa escapar, ou o mundo errado me espera (: Adeus namorado, Adeus emprego, Adeus família! Estou aberta para as loucuras, para os erros e que Deus me julgue da maneira que achar necessário! Não vou mais chorar, não vou mais pedir, e nem me desculpar.. o amor acabou, a felicidade e os amigos me abandonaram.. Partiu ser vida louca, partiu acabar com a pouca saúde que me resta =*

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Quanta bobagem dita em palavras dificeis.
Sabe eu estou bem tranquila, porque não fui eu que acabei com isso.. e se dói pra mim, dói pra ti..  e em nenhum momento eu coloquei a culpa em alguém, como você fez (: argumento fragil? sabe eu acho que você deveria continuar com as pessoas que estão contigo sem se preocupar com a hora de voltar pra casa =* aaa e outra, se você acabou comigo, porque ainda olha as minhas coisas e se dá o trabalho de comentar? pensei que já tivesse virado a página! e antes que fale outra bobagem, não, eu ainda não virei a pagina porque para ser virada precisa de um ponto final e a minha está com um ponto de interrogação bem grande (:

what?

Anonimo querendo dar lição de moral?
não entendi onde quis chegar!
Para, pensa,e olha o que está fazendo (:
Repara em horas, lugares, companhias, omissões, prazeres, e se liga ;)
caixa postal também será uma boa em se pensar (:
perguntas ao próximo também ;)
enfim, a lista é longa!

Eu não disse adeus. Eu não disse nada. Apenas fui embora.

Toda Toda *-*

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Enquanto minha consciência estiver limpa sobre meus atos, o julgamento dos outros não me interessa =*

Expectativas.

e então tudo começou quando eu não criei expectativas (:
carnaval chegando, nada para fazer como todos os dias.. mas com alguma coisa diferente, eu não tinha criado expectativas para os dias de festas!
na sexta-feira as 18:00h recebi a noticia de que na segunda-feira não precisava trabalhar (:
a felicidade foi tanta que dava até de se desconfiar. Chegando em casa arrumei as malas com um sorriso de orelha a orelha.
Feriado de Páscoa.
Sem expectativas até dois dias antes, e então recebi um papel para assinar onde dizia que eu estava abrindo mão do sábado e que aceitava que me descontassem de horas trabalhadas.
Já que as únicas coisas que me impediriam de viajar novamente, eram o sábado e a rotina da praia ser sempre a mesma..
O sábado já estava resolvido, foi ai que eu resolvi dar uma pesquisada, para quebrar a rotina monótona que é ficar naquela casa sem ter o que fazer. Olhei mais de 25 sites a procura de aventuras, coisas diferentes, passeios, bares, festas, praias.. fiz até orçamentos, expectativas já começaram aumentar..
Quando a expectativa chegou, e a felicidade começou aparecer.. tudo acabou (:
Feriado vai tomar um rumo diferente, as coisas a partir de hoje vão mudar, não sei se isso é bom ou ruim, pois sempre que você cria um relacionamento com uma pessoa, as coisas demoram para serem desacostumadas, mas até hoje ninguém morreu com isso. Dói, não vou negar que dói. Só acho que dessa vez eu não vou brigar e nem ter ataques de loucura, vou deixar as coisas acontecerem..
E seja o que Deus quiser, ou alguém der o braço a torcer.

terça-feira, 15 de abril de 2014

E então foi como um temporal..
Começou aquele vento forte, uma chuva forte, trovões e raios, mas no bom da coisa começou uma garoa que foi ficando cada vem mais fraca, até que saiu o sol..
um sol solitário, onde cada gota de chuva foi para o seu lado.
entristeceu os dias e principalmente as noite..
foi como uma estrela cadente na velocidade da luz, mas que no fim não realizou pedido algum.
Ficamos sem chuva, sem sol e, sem realizações.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Fato.

As vezes eu não sei o que quero da vida, e as vezes eu não sei o que esperar das pessoas.
Já tive planos e já pensei que seria o que hoje já não quero mais ser.
Me fizeram acreditar que amor pra valer eu ia sentir só uma vez na vida, e que as outras vezes iria ser um “gostar apaixonado”, e que esse gostar era coisa pequena, coisa sem valor.
Me fizeram acreditar que eu só iria ser feliz realmente quando encontrasse a minha alma gêmea, e que quando ela surgisse na minha vida meu coração iria bater mais rápido, minhas pernas tremer, meus olhos brilhar e meu coração se abrir sem medo.
Me fizeram acreditar que alguém iria me amar de verdade apenas uma vez, e se eu não valorizasse tal sentimento nunca mais iria encontrar algo semelhante.
Me fizeram acreditar que só existe uma fórmula para a felicidade, e que se eu escapasse dela estaria condenada a infelicidade.
Me fizeram acreditar que a gente não aprende gostar das pessoas, e que a insistência é a base do fracasso.
Me fizeram acreditar que a beleza exterior é uma carta de recomendação, e que esta abre tantas portas quanto a inteligência.
Me fizeram acreditar que a leitura ensina pessoas a questionarem sua propria infelicidade.
Me fizeram acreditar que os outros resolvem os problemas da minha mente.
Me fizeram acreditar que eu sigo um caminho já traçado e um destino já imposto, que as minhas próprias escolhas não fazem diferença quanto ao futuro incerto.
Me fizeram acreditar que os sonhos são bobagens, que o melhor a fazer é se deixar levar.
Me fizeram acreditar em todas as obviedades impostas, em todos os relacionamentos fracassados, em todas as mentes perturbadas, em toda a vida mal vivida.
Me fizeram acreditar que assim seria pra mim.
Ninguém contou que já nascemos inteiros, e que ninguém merece a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se tivermos em boa companhia só é mais agradável.
Ninguém contou que fórmulas para a felicidade dão errado e frustram as pessoas; sempre existem outras alternativas,
Ninguém contou que a gente aprende a gostar das pessoas com a convivência mútua, com a vontade das duas partes, e que ninguém nasce predestinado a amar outra pessoa.
Ninguém contou que beleza exterior é a curto prazo, que o que realmente importa são as vivências, as experiências, o aprendizado.
Ninguém contou que se resolvem os problemas com uma mente bem treinada para não se deixar abater, e não com remédios antidepressivos e estimulantes.
Ninguém contou que nós fazemos nossas escolhas e projetamos nosso futuro, e a decisão de caminhar por um caminho já trilhado é nossa.
Ninguém contou que tudo depende apenas de nós, que em um relacionamento sempre existem dois lados, que amamos o quanto somos capazes e somos felizes o quanto investimos nisso.

Vida Bandida

Então você está ali, parado a esperar, e aposta todas as suas fixas na vida que vai te levar para algum lugar. Você espera que alguém caminhe por você e lhe assegure que a estrada é confiável, objetiva. Você não sabe lidar com imprevistos, com desvios de rotina. Só vai até onde seus olhos enxergarem e sua razão achar confiável. Então o tempo passa e você ainda está esperando uma resposta do "destino". A única coisa que você não pensou foi que a vida só te ensina a caminhar, quando você já iniciou a jornada pelos caminhos incertos que percorremos. Tudo está bem em frente, mas para saber se vai dar certo é preciso dar início na partida. Na partida que se chama VIDA. Na partida que nos ensina a VIVER. Na partida que quando iniciada, não tem mais volta. Esperar por pessoas talvez não faça mais sentido na vida que levo. Tudo depende de mim!

quinta-feira, 10 de abril de 2014

x3

Os últimos dias que passei não chegavam nem perto de como eu havia planejado. Talvez eu devesse simplesmente viver, em vez de imaginar como tudo deveria ser. Eu não sei. O caso é que essa minha forma despretensiosa de lidar com os imprevistos, deixou tudo muito mais interessante, e vivo. Tudo estava infinitamente melhor, e o que eu mais queria é que durasse para sempre, realmente.
O sol tinha voltado a brilhar na minha vida, e agora eu não precisava mais ter medo de dormir e ter pesadelos. Ele estava do meu lado.
No fundo, se você parar para pensar sobre a continuidade da vida e das pessoas, você vai perceber que não existe um destino intermediando por nós. Somos só nós por nós mesmos. São as nossas escolhas que moldam o nosso futuro, e são os caminhos que nós escolhemos que irão dizer aonde nós chegaremos. Mais do que isso: é o que nós estamos dispostos a investir para chegarmos a algum lugar. Que os dias sejam livres para serem vividos de forma inesperada. Que a vida nos surpreenda com pessoas diferentes e especiais. Que as noites não sejam apenas de sono e sonhos vazios, que se possa encontrar amigos, pessoas dispostas a fazer algo simples mas que será inesquecível..
Que possamos sorrir sem ser julgados, que possamos escrever e descrever tudo o que sentimos, e que o mundo dos ouça gritar o que se passa por dentro sem nos julgar loucos ou insanos! 
Que o amor prevaleça entre nós, que você não se apaixone por mim, pois não seria tão fácil assim pra mim!
Que a vida continue nesse ritmo, e que você me surpreenda!

terça-feira, 8 de abril de 2014

Porque me judia assim?

Eu deveria escrever um livro com todos os sonhos e pensamentos que eu já tive sobre isso!
Falar em códigos está sendo mais dificil do que eu imaginei. Você e eu, pessoas tão simples mas mil mistérios a se desvendar! Talvez ninguém entenda as palavras, mas talvez alguém a distorçam.. sempre é possivel! Queria que fosse possível isso também!
Eu tentei pensar sobre tudo, tentei encontrar alguma forma para que eu pudesse estar errada, e então não precisar ir embora. Mas tudo que eu encontrei foram dias vazios - e sozinhos. Eu poderia falar que ainda sou forte e posso suportar mais um pouco; mas a verdade é que estou horrivelmente frágil e cansada de esperar o telefone tocar. Eu caminho por uma rua vazia esperando encontrar àquela em que nós dois caminhávamos juntos. Esperando encontrar os sonhos que perdemos em algum lugar. Eu sinto que não vou sobreviver. E como eu poderia continuar vivendo quando o meu coração foi partido em milhares de pedaços? Eu acho que estou errada por esperar que uma pessoa não se torne quem ela prefere ser. Vou tentar manter meu coração batendo.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Vidinha mais ou menos

As vezes queria entender porque tanta dificuldade nessa minha vida..
Parece que as coisas gostam de dar errado ou  nunca se concretizam ;/
eei sonhos tá tão dificil assim virar realidade? vamos, evolua!
Tantos planos, tantos sonhos, tantas vontades e parece que tudo fica encalhado.. vejo pessoas que nunca imaginei que fariam certas coisas, e já realizam mais sonhos do que eu.
Casar, ter filhos, casa própria, um emprego maravilhoso, um bom dinheiro, amor, paz, alegrias, felicidades, realizações.. parecia tão longe para alguns mas na verdade está sendo longe pra mim :/
Minha vida ta parada faz tempo, nada de surpreendente acontece :/
Cadê meus estudos? Cade um emprego bom? um salário bom? cadê meus amigos? cadê minha casinha? cadê meus filhos? kk o tempo ta passando e eu estou regredindo! Minha familia está regredindo!
Mas vamos sempre deixar nas mãos de Deus, o coitadinho tem muitas obrigações mas Nele não podemos perder as esperanças!
Vamos vida, dê um sinalzinho de melhoras por favor!